Cartola e Cida Moreira



Na janela de “dicas” da varanda deste sitio procuramos mostrar o melhor e mais verdadeiro da nossa cultura e que possam no, mínimo, emocionar. No próximo fim de semana há o “encontro” da Cida Moreira com o compositor Cartola para o show e lançamento do cd Angenor, no ano do centenário de nascimento do compositor.

Cartola só foi descobrir que não era Agenor de Oliveira no dia do seu casamento, quando descobriu que no registro de nascimento constava Angenor, por erro do escrivão.

Certa madrugada de 1956, o jornalista Sérgio Porto, também conhecido como Stanislaw Ponte Preta, entrou num botequim de Ipanema e deparou com alguém que não lhe parecia estranho, apesar do aspecto maltratado: um negro magro, desdentado, de aparência pouco saudável. “Você não é o Cartola da Mangueira?”. Ante a resposta afirmativa, Sérgio abraçou, emocionado, o grande compositor, e se apresentou. Havia anos o procurava, e até desconfiava que ele já tivesse morrido. Soube então que Cartola tinha um emprego noturno de lavador de carros numa garagem da rua Visconde de Pirajá, e só tinha dado uma escapulida para tomar uma caninha por causa do frio. Tal era o estado de abandono em que se encontrava este que hoje é reconhecido como um dos maiores compositores da história do samba.

Perguntada sobre o que acrescentou à obra de Cartola Cida Moreira diz: "Não tenho pretensão de ter acrescentado nada ao Cartola. Ele é quem me acrescentou um mundo de belezas e delicadezas e dores e alegrias. Sou uma serva apenas."

E sobre o compositor:
"Musicalmente, Cartola é refinado harmonicamente. Ele tem uma construção melódica espantosa e desconcertante, além das palavras. Ah, as palavras... que continuam me encantando mais que tudo nesse mundo."

Cida Moreira -Show de lançamento do CD Angenor

04 de Julho - Sexta Feira às 21 h
Participações especiais de Alaide Costa e Zé Luiz Mazziotti

05 de Julho - Sábado às 21 h
Participações especiais de Célia e Márcia Castro

06 de Julho - Domingo às 19 hs
Participações especiais de Zélia Duncan e Hélio Flanders

Auditório Ibirapuera: Avenida Pedro Alvares Cabral s/n - Parque do Ibirapuera
Ingressos: 6846-6000




2 comentários:

  1. joca disse...:

    Amigo ZéMaria (tudo junto, como diz seo Giba da Viola, a quem estou devendo visita a melhor cachaçaria desse sertão, inda mais animada com seus causos e sua viola!):

    Mestre Cartola é, na minha modesta opinião, o maior e melhor compositor que esse país já viu. E olha que isso é pano pra manga, pois o que não falta nesse nosso Brasilzão é compositor genial! Na verdade, diria que temos um panteão, verdadeira constelação de astros de primeiríssima grandeza, nem vou citar outros nomes pois não caberia nesse Ser-tão!
    Então, homenagem pra lá de justa, fazer reviver em outras vozes e arranjos a arte desse gigante de nossa cultura musical!

  1. José Maria disse...:

    A homenagem maior é a Cartola e, é da maior importância, registrar a extraordinária interprete que é a Cida Moreira, com um trabalho dos mais valorizados e importantes da nossa música. É o que a Fernanda chama de "encontro de gigantes". Grande abraço.

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.