SARAU NO SER-TÃO

Convite do Sarau do Pé de Lã

Entrada do Sarau do Pé de Lã


O Ser-tão Paulistano, pródigo em anunciar e divulgar eventos culturais em Sampa, no último sábado, 27, tornou-se ele próprio atração imperdível: a nata cultural da antiga Vila de São Paulo de Piratininga reuniu-se no Sarau da Fernanda, nossa Editora-Chefa, Fê, a Lenda.


Quer um blog bem sucedido? Corra até nossa Editora Chefa, pois ela tem a receita. Infalível? Naturalmente que não, pois o real valor da conquista reside justamente em sua falibilidade, no frágil equilíbrio das possibilidades! Uma receita de “infalíbilidade” geraria uma corrida de conseqüências dramáticas, imprevisíveis! O que seria viver num mundo de sucesso absoluto, de sorrisos plastificados, de eterna e catatônica felicidade? “Insuportável”, grita lá do cerrado o Prinspe da Real Família Brasileira, Zé Mangabeira! Até o pangaré Murzelo Alazão relincha de contrariedade ao imaginar que num mundo de “felicidade e sucesso crônicos”, não haveria lugar para suas míticas aventuras nos rincões do Ser-tão!

"Retratos", por Fernanda de Aragão

"Expo Cartoon", por Jal


Bem, falo tudo isso, essas penosas e chatérrimas digressões filosóficas superficiais, para tentar compreender as razões do sucesso do Sarau da Fernanda, de como e porquê ela se tornou A Lenda, sem recorrer às receitas de sucesso fácil: charme (muito charme!), bom gosto, brilho nos olhos, informalidade, temperado com muito riso, gargalhadas. E tudo regado à boa cerveja, vinhos, cachaças das mais diversas procedências. E como resistir ao caldinho de feijão? E o fabuloso caldinho de mandioca? E as saladas, os doces típicos, carnes e, claro!, o bolo!

Bem, e o sarau propriamente dito? Poesia, contos, causos, performances, muita, mas muita música! Não vou citar nomes, pois o espaço seria insuficiente para a imensa constelação de astros de iluminada grandeza! Momento mágico, digno de registro: todos, unidos, entoam um esfusiante “parabéns a você!”, com arranjos especiais de viola caipira e violão, além dos improvisos ditados pelos corações em festa!

Palco do Sarau Pé de Lã

Prestando Atenção

Intervenções Artísticas

Bolo Sarau do Pé de Lã


Saio de madrugada, de alma lavada e a festa ainda rolando, a bordo do fiel pangaré, o Murzelo Alazão – embora tenha empacado, inconformado com a ausência da Musa Verdadeira. Na cabeça, ressoando uns versos antigos:

Me fascina tua força...
Me fascinam teus olhos quando brilham...”


O fogo dos artistas

Estarei sonhando? Não demora essa dúvida, pois levo comigo a prova de que estive lá, no Sarau da Lenda Viva do Ser-tão Paulistano: uma caneca, especialmente decorada para o evento, desenhos artesanais e tudo. Aguardamos, o próximo, quiçá com as presenças indispensáveis da Iara, das montanhas de Minas e da Musa, lá de Curitiba e da Kátya, do Anderson, das gentes dos sulbúrbios, de tantos de longe!

A Lembrança ...

A Saudade ...

Inté!


________________
As fotos com os Artistas do Sarau do Pé de Lã, chegarão em breve. Um galeria de gente talentosa e amiga, Amém!



3 comentários:

  1. Iara disse...:

    Nem acredito que perdi isso tudo!! Ôh, meu Deus!!! Um sarau de pé de lã e eu aqui, no calor do cerrado.
    Mas, tô gostando de saber o quanto vcs se divertiram e o quanto a editora chefe mereceu todas as honrarias.

    Beijo, moçada do sertaopaulistano!!!!
    Beijos, Compadre Joca!!!

  1. joca disse...:

    Pois é Comadre Iara! Esse evento inda vai ressoar por muito tempo nesses sertões. Faltou voce, Comadre! Faltou um tempero mineiro por aqui. Te aguardamos na próxima.
    bjs

  1. Fernanda disse...:

    Foi tudo tão lindo... só tenho isso pra dizer. E que texto lindo Joca, lindo de morrer! Brigadinha! Beijao

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.