Monica Albuquerque no Bar do Frango

Elomar, ao iníciar a Cantoria no último domingo ao lado dos Ministros da Cultura Xangai, Geraldo Azevedo e Vital Farias, este acumulando as funções de Ministro da Comunicação (gosta de falar) decretou: “São Paulo é a capital do Estado do Sertão”. Pronto!.

Então, se é preciso uma sede, uma casa ou um palácio, um dos indicados para receber os sertanejos e urbanos da cidade de São Paulo fica ali no Parque São Lucas ao lado do Espaço Cultural Sérgio Mamberti.


Para este sábado, dando início aos trabalhos da possível futura sede da musica e da cultura, a convidada é a Monica Albuquerque com uma carreira que representa muito este “estado de espírito” de São Paulo.

A Monica Albuquerque é paulistana do bairro do Tucuruvi, morou no Rio de Janeiro de oitenta e três a oitenta e sete onde estudou, e se formou, em Biologia enquanto participava de Festivais de Musica nos estados de Minas, São Paulo e Rio. No final da década de oitenta foi morar em Salvador e ampliaram-se os contatos e influência, trabalhando com Dércio Marques, João Bá, Elomar, Xangai e continuando a participar e ganhar diversos Festivais de Musica.

Paulistana com tantos conhecimentos musicais adquiridos no caminhar pelos Brasis de volta à Capital do Estado do Sertão. No seu repertório ainda canções de Milton Nascimento, Tom Jobim, Chico, Elis, João Bosco e muito mais.


Ah!: A Monica Albuquerque, além de extraordinária cantora é também uma excelente violonista.
Acho que poderia ser atualizada a letra do Geraldo Vandré na lindíssima Canção da Despedida com musica do Geraldo Azevedo pois aqui um rei bem coroado quer o amor em seu reinado e sabe que será amado.
Ah!, de novo: no dia vinte e nove o convidado é João Bá e o Joca Ramiro postará aqui os detalhes.

Serviço: neste sábado à partir das vinte horas.
Sem cobrança de couvert artistico.
Rua São Lucas, 490



0 comentários:

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.