PAULINHO JEQUIÉ EM SAMPA

O prodigioso Paulinho Jequié, baiano de Vitória da Conquista, estrela da vasta constelação de astros daquela terra prodigiosa, dá o ar de sua graça nos rincões do Ser-tão Paulistano durante a semana corrente.
O cantador, versejador, compositor e instrumentista começa a tournéé em 29 de fevereiro - pra ser inesquecível, o cabra é abusado, principia por um bissexto! - na gravação do Sr. Brasil.

A 1 de março, a partir das 21 horas estará no Bar Clube, em Pinheiros, juntamente comn Dinho Oliveira, no espetáculo Pra Falar de Nós. O endereço: Rua Morato Coelho, 585, couvert R$ 15,00 reais.



No dia 2 de março fará as honras no famoso Bar do Frango (aquele que é para poucos!), o mesmo show com o parceiro Dinho Oliveira. O Bar do Frango é logo ali na Zona Leste, à Av. São Lucas, 479, travessa da Avenida do Oratório, altura do nº 2300. Sem couvert artístico, sem consumo mínimo e sempre com direito a uma "palhinha" de algum astro convidado durante ou após o show.



E no dia 3 será a vez do Minas Tutu e Prosa (Bar e Restaurante), na avenida Brigadeiro Luiz Antonio 2790, com abertura de Heraldo Goez e participação prá lá de especial do genial João Bá, o Bacurau Cantante.



Como diz o locutor de rádio lá de Paraguaçu Paulista ou de Junqueirópolis: NÃO PERCAM!

SERVIÇO:

PAULINHO JEQUIÉ,
é cantor, compositor, ator, poeta e declamador do sudoeste baiano.
Paulinho Jequié é cantor, compositor, ator, poeta e declamador do sudoeste baiano, tem percorrido os festivais de músicas de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Bahia, participando de semanas de arte, projetos culturais universitários, projetos de verão e festas populares desde a década de 80.
Sua música aborda temas ecológicos, o sentimento humano e os conflitos sociais, misturando os diversos ritmos do cancioneiro popular.
Em sua trajetória, teve a oportunidade de dividir o palco com grandes artistas. Já percorreu quase todo o Brasil levando a boa música. Apresentou-se em vários programas televisivos , Hoje está em fase do termino do seu novo CD (Cidadezinha).
Em sua discografia gravou os seguintes títulos: Cantos e Contos (1985), Artesanal (1997), Esses Moços (1999), Reviravolta (2001), Tô na Estrada (2006).



DINHO OLIVEIRA
Uma poesia cantada e pluralmente brasileira. Essa é a música de Dinho Oliveira, artista influenciado pelo universo dos violeiros-cantadores do Nordeste e pela harmonização da canção mineira. Sua inspiração revela qualidade, elegância e diversidade de ritmos. No seu primeiro CD, Canto de Chegada (Tempo Record/1998), a personalidade musical já se fazia presente em canções autorais como Cantiga de quintal, Cantando ao coração, Sonhos da voz e Fuxico, esta última gravada por vários intérpretes, como Maciel Melo, Zelito Miranda, Pereira da Viola, Paulo Matricó e Alcimar Monteiro. Em Entre O Olho e a Orla, seu segundo disco, o cantor e compositor reafirmou sua ligação com a célula rítmica da nossa música. Reforçou a sua identidade com o cancioneiro popular. Ousou novas combinações sonoras. Em palco, Dinho promove, ao lado do grupo baiano Raciocínio Lento, o Sambaião - projeto que mistura samba e outros ritmos brasileiros.



0 comentários:

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.