Teatro nas ruas do Centrão-Sertão


Mais uma vêz o nosso Centrão-Sertão Paulistano é invadido e, nesta semana, por Grupos de Teatro que se encontram para a 2ª Mostra de Teatro de Rua Lino Rojas. São grupos que com grande dificuldade tem a oportunidade de mostrar o seu trabalho, as suas pesquisas, o resultado de atividades sociais com jovens, principalmente da periferia. Os espetáculos, totalmente gratuitos, são apresentados na Praça Patriarca e é uma homenagem ao diretor, autor e ator peruano Lino Rojas que foi um dos pioneiros na divulgação e ampliação dos espaços públicos de São Paulo para o Teatro de Rua. Tive a oportunidade de conhece-lo e era um brasileiro por adoção desenvolvendo, inclusive, junto com o Instituto Pombas Urbanas um maravilhoso trabalho que tornou-se um espetáculo de Rua contando a história da nossa música Caipira.

Serviço Um: Programação

Dia 11 - Terça-feira
10 horas
Os Itinerantes
O Desejo de Catirina
12:00
Algazarra Teatral
Auto do casal lusitano Maria e Manuel
14:00
Cia. Do Miolo
Ao Largo da Memória
16:00
Instituto Pombas Urbanas
Histórias para serem contadas
18:00
Circo Fractais
Palhaçadas

DIA 12/12/07 – Quarta-feira
10:00
Cia São Jorge de Variedades
O Santo guerreiro e o Herói desajustado
12:00
Teatro da Pateticidade
Pois é...
14:00
Valdeck de Garanhuns
Simão e o boi Pintadinho
16:00
Cia Cristal
Cordéis da Cristal
18:00
Circo e Cia
O maior inspetáculo da Terra

DIA 13/12/07 – Quinta-feira
10:00
Teatro de Rocokóz
Um show de variedades Palhacísticas
12:00
Circo Navegador
Om co tô? Quem co sô? Prom co vô?
14:00
Manicômicos – Núcleo Brava Companhia
A Brava
16:00
Cia. As Graças
Noite de Reis
18:00
Mamulengo da Folia
As pelejas de Benedito com o boi Surubim na fazenda do Coronel Libòrio

DIA 14/12/07 – Sexta-feira
10:00
Cia. Farandôla Troupe
Que Palhaçada
12:00
Trupe Olho da Rua
Arrumadinho
14:00
Buraco d’Oráculo
A farsa do bom enganador
16:00
Cia. Raso da Catarina
Sarau do Charles
18:00
Dolores boca aberta mecatrônica de Artes
Sombras dançam neste incêndio



Serviço dois: Lino Rojas

Diretor de Teatro peruano esteve em São Paulo pela primeira vez em 1958. Em 1985 passou a morar definitivamente na cidade. Na metade da década de 80 criou o projeto que deu origem ao Instituto Pombas Brancas, atuando junto aos adolescentes da Zona Leste paulistana. Como diretor deste grupo teatral criou espetáculos de rua, ministrou cursos e oficinas para mais de 6.000 jovens carentes das periferias de São Paulo e também realizou apresentações em festivais internacionais, no Chile, Cuba, Venezuela, Peru, Uruguai Espanha e Estados Unidos. Diretor teatral formado na Europa que se dedicou à pesquisa e defesa das manifestações artísticas populares, com foco no desenvolvimento de um trabalho teatral com jovens da periferia
Em fevereiro de 2005, aos 62 anos, Lino Rojas foi assassinado. brutalmente, vítima de um crime de latrocínio, deixando esposa e filhos adolescentes.
Paradoxalmente, tornou-se mais uma vítima da violência urbana que combateu durante toda sua vida, por meio da oferta de alternativas para o encaminhamento dos jovens carentes.







3 comentários:

  1. Joca disse...:

    Que coisa bonita, Amigo Zé! Isso é o que se diz nas escolas, nas igrejas e nos bailes da vida: função social da Arte, do Teatro em particular. meus cumprimentos pelo informe, em boa hora!

  1. José Maria disse...:

    "De todas as formas de fazer teatro desde os gregos até nossos dias, perpassando pelo sol da Ágora,pelas esvoaçantes carroças medievais, pelas estruturas do `Globo` de Sheakespeare, pelos mestres espanhóis e franceses, pela poesia de Brecht, ou pelo genio de nossos Plínios, Nelsons e Guarnieris a mais universal, a mais simples, a mais direta , a que melhor fala aos corações e mentes é o Teatro de Rua”, do texto do Mestre Cesar Vieira. Grande abraço Joca, o nosso Escritor premiado.

  1. Joca disse...:

    Grande Mestre e Guru de todos nós, inspirador-mor, cuja nobreza reflete o espirito dos habitantes do Sertão, sejam legítimos ou adotados. Para quem não conhece, falo do nosso Zé Maria, que fala do que conhece, o teatro: estamos ansiosos mesmo é pelo fabuloso teatro mamulengo, reavivado por Mestre Suassuna e que ainda vai brilhar no Municipal! Olêêê!

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.