Victor Batista no Bar do Frango




Victor Batista é cantor, compositor e violeiro ou compositor, violeiro e cantor ou violeiro, compositor e cantor. A ordem dos fatores ou dos ingredientes não altera, junta o texto do Joca, publicado neste Ser Tão em
17 de outubro de 2.009:

"quem o conhece sabe que não é somente um artista de méritos incontestes, de voz marcante: é pesquisador arrojado, que mergulha na arte popular e sempre consegue resgatar uma sonoridade nova e vibrante, que junta ao seu alforje, já recheado de preciosidades.


Ouvir Victor Batista é garantia de vislumbrar novas possiblidades do rico universo da cultura popular, fonte inesgotável, mas que exige denodo e sobretudo, talento. Todos que passeiam pelas trilhas desse Ser-Tão Paulistano sabe do que estamos a falar e escrever: Victor não é somente um “artista”, tal como se habitua a denominar àqueles que cantam versos e constroem harmonias instrumentais melodiosas: é tenaz agitador cultural, que bebe de várias fontes e tem o raro dom da comunicação, sensivel interprete, ponte entre o sertão e a cidade: ao contato com sua verve, nos damos conta de que as culturas desses mundo – rural e urbano - não se opõem, ao contrário, podem se juntar, existem imperceptíveis ligações e se olharmos dentro de nós, notaremos elementos comuns – está aí a Editora Chefa, moça dita urbana, e que percebe ressoar dentro de si, a origem comum. E a Arte, assim, se torna veiculo, através do qual, exercitamos nossa sensibilidade.

Victor Batista junta-se à magnífica trupe de artistas populares genuínos, a Katya Teixeira “katchere”, Vital Farias, Antonio Pereira, Dércio Marques, Elomar, Vidal França, Graziela, Dani Lasalvia, Índio Cachoeira, etc. tantos e tantos outros que singram por sertão e mar, campos, cerrados, vilas e cidades de nossa terra!".

Não precisa de mais nada e só nos resta o serviço:

Neste sábado dia 14 de agosto no Bar do Frango. Lá pelas oito da noite. Fica na Avenida São Lucas que começa na Rua do Oratório. Depois da Igreja, no fim da rua em frente à pracinha e a um jeep mil novecentos e pouco. Como diria o locutor do Serviço de Alto Falante da Praca da Matriz: não cobra para entrar e nem para sair, não tem telefone e não tem filiais.

Ah!! No dia 21 é dia do Vidal França, comemorando Cincoenta Anos de belíssima carreira musical de composições e cantorias.

No dia 28 é dia do Sarau, que é mensal, em comemoração dos Dez Anos de Sarau do Bar do Frango, que comemora Vinte Anos.



1 comentários:

  1. Joca disse...:

    Olê!
    Este mes o Bar do Frango está arrasando, hein? Salve, amigo Zé!
    Parabens, Tatau!

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.