Acarajé, pizza e olé!


Deu na coluna da Mônica Bergamo que a companhia aérea espanhola Ibéria, em sua revista de bordo, traz uma matéria especial sobre a cidade de São Paulo com o título “A Nova York do Sul”. No detalhe gastronômico a informação que um dos pratos típicos de São Paulo é o acarajé.
Da Big Aplle tenho na lembrança as imagens de alegres, felizes e saltitantes brasileiros, em robustos agasalhos, jogando neve uns nos outros na chegada do inverno de lá. No dia trinta e um de dezembro, na tradicional comemoração de rua, estão de volta brindando o novo ano com taças de “champanhas”. E sempre com muitas sacolas de compras. Outra lembrança é a do Olodun se apresentando no Central Park, o Ibirapuera deles. Nova York é cenário de filmes, Manhatan de Woody um dos clássicos. Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo, na cena em frente à joalheria Tifanny’s , mostrou ao mundo o luxo da cidade.
Fiquem certos os soteropolitanos que não é um campanha paulistana visando se apropriar da tradicional iguaria baiana e que “perdoem os jornalistas espanhóis, pois eles nãos sabem o que escrevem e o que comem”.
Se existe uma comida difícil de encontrar em São Paulo é justamente o acarajé. Conheci uma baiana que vendia em uma rua da Vila Madalena e uma outra no Bixiga e, por kassabianas portarias, foram impedidas de trabalhar.
A tapioca, uma iguaria típica lá das bandas de cima, é oferecida nas ruas com uma certa regularidade. Na Vergueiro quase esquina com a Santa Cruz a "tapioqueira" é uma japoneza. Gastronomia global é assim e, a se lembrar, que muitos dos melhores "chefes" de cozinha internacional aqui em Sampa são nortistas.
Eu convidaria os jornalistas a conhecerem o churrasquinho grego este sim uma iguaria típica paulistana e hoje com opções de frango e calabresa.
Se italianos fossem os jornalistas espanhóis, poderiam ficar confusos e se escrevessem que a pizza é um prato típico paulistano seriam perdoados. São milhares, sem “força de expressão”, as pizzarias, as que servem no salão, as que entregam em casa, as lanchonetes, bares e padarias que servem no balcão. Dizem que a pizza paulistana é melhor que a feita na Itália.
A cidade de São Paulo já foi o “sul maravilha”de retirantes nordestinos, conseqüência é a maior cidade nordestina do Brasil, agora é a Nova York do Sul.
"Ô mêo, solta ai um chops e duas pizza".



2 comentários:

  1. Joca disse...:

    Amigo Zé: Esses "jornalistas "espanhóis não estão com nada! Meu amigo Zé Mangabeira ficou indignado com o artigo, pois, viajado que é e conhecedor da culinária de todas grandes metrópoles do mundo, afirma convicto que a comida novaiorquina é das piores que hai, cara e ruim! E os "jornalistas" não devem ter a menor idéia do que seja um acarajé. Deviam ter dito que a comida tipica dos paulistanos é o velho pastel de fêra...

  1. José Maria disse...:

    Velho e bom Joca: pastel de feira é um bom voto. Ainda fico com o churrasquinho grego.Grande Abraço

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.