Invasões bárbaras?

A depender da leitura dos jornais, das imagens da televisão e ouvindo pelo rádio os comentaristas e analistas economicos fico com uma grande dó dos paises da velha e boa Europa. 

Como diziam, e alguns ainda dizem, lá pelas bandas de Jaciporã, terra natal do nosso confrade poeta e escritor Joca Ramiro, eles devem estar numa pindaiba de dar dó e devendo até as calças que vestem. Os Estados Unidos tembém já estão há muito sem eira nem beira e não estão mal falados porque, como leio nas redes sociais, a grande imprensa não divulga. 

Lá da Europa é grande o número de trabalhadores vindo trabalhar no Brasil, principalmente os com formação acadêmica. Somos o eldorado do momento juntamente com os outros países componentes do BRIC e recebemos além da grana dos investidores alguns nomes da "cena musical" que, com perdão pela minha ignorancia, nunca tinha ouvido falar. 

Vai acontecer o Z Festival com os grupos MCFly e The Wanted. Tem o Snow Patrol que toca o sexto disco Fallen Empires, o grupo americano de reggae com o nome de Soja mostra o disco mais recente Strenght to Survive. A banda francesa, voltada ao rock e ao pop psicodélico, Yet Lane; o grupo sueco The Mary Onetes evocando nomes dos anos 1980 e 1990; Scorpions é o grupo de Klaus Meine que revê Rock you like a hurricane e outros hits; o grupo americano Dream Theater divulga o disco A dramatic turn of events. 

Estes estão por aqui nesta semana e nas anteriores tivemos visitas do grupo norte americano  Linkin Park divulgando o Living Things; o inglês Marillion tocando sucessos como Kayleigh; Slash, ex Guns N' Roses e Velvet Revolver, divulgando o Apocalyptc Love; o quinteto americano de pop rock The Maine; At the Gates, expoente do death metal na Suécia; liderado pela cantora Mette Lindberg a banda dinamarquesa The Asteroids Galaxy Tour mostrou o pop dançante com pegada retrô. 

Quando aqui chegam os ingressos já estão esgotados com até meses de antecedência e a galera aguarda dias e noites acampados em frente ao local das apresentações para os melhores lugares.

E o preço dos ingressos não é para qualquer um não. Cobram uma grana preta daquelas



1 comentários:

  1. Joca disse...:

    .....a história de ficar acampado como retirantes da seca e gastando fortunas, é coisa que ainda procuro compreender...

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.