CONSUELO DE PAULA NO AUDITÓRIO DO IBIRAPUERA

Será no próximo domingo, 1º de fevereiro, 19 horas, que São Paulo ganhará o presente atrasado de aniversário: um show inteirinho de Consuelo de Paula. Será logo ali, num dos lugares mais queridos de Sampa, no Auditório do Ibirapuera, nas franjas do parque, entre a Oca e o Museu Afro, que acontecerá o show de lançamento de O Tempo e o Branco, um dos discos mais bonitos que já ouvimos.

A mineira de Pratápolis - cidadezinha estrategicamente localizadai numa região em que as fronteiras de Minas e São Paulo se confundem, se misturam – radicada na capital paulista estará lançado seu mais recente CD, O Tempo e o Branco, trabalho livremente inspirado na poesia da carioca Cecilia Meireles. É também o trabalho que encerra a parceria de Consuelo com o melodista paulista Rubens Nogueira, com quem ela fez quatro discos memoráveis, parceria estancada precocemente pela partida súbita de Rubens para o andar de cima da vida. Não é por acaso a simbiose, juntando num delicioso caldo São Paulo, Minas e Rio: como num exercício de prestidigitação, meticulosamente elaborado, Consuelo junta duas grandes tradições brasileiras, a música e a literatura e para atestar a brasilidade, singularidade rara, para não dizer única, o trabalho foi arranjado para voz, acordeon e viola caipira: é simplesmente para “parar tudo e se deixar levar.” Ou seguir o conselho da própria artista: “viajar nas asas da poesia.”
É o sexto trabalho de Consuelo de Paula, uma sólida e coerente carreira que neste 2015 alcança o 16º ano, desde o lançamento do antológico Samba Seresta e Baião. Consuelo faz parte de um seleto grupo de artistas que não se deixa levar por modas passageiras ou apelos comerciais: sua marca é a entrega total de seu corpo e alma, através de sua voz suave e cristalina que rompe barreiras de tempo e lugar e transparece inteiriça em cada álbum, em cada canção, em cada poesia. Vê-la em cena é muito mais que se entreter, é participar de uma verdadeira e única experiência, que extrapola a música e a performance em si.
...coloquei meu vestido mais lindo
vesti sonho e musica
fruta agreste, palavra amargas
sabor de flor, declaração de amor
entre o sol e o vento,
meu amor espera
entre o sol e o vento
meu amor namora...”
(trecho de O Meu Lugar)
É ver para conferir!
SERVIÇO
Os ingressos podem ser adquiridos no Auditório do Ibirapuera, localizado no parque, entre a Oca e o Museu Afro. Ou pelo WWW.IngressoRápido.com.br.
O Tempo E O Branco: grande show de lançamento!
Canções de Consuelo de Paula e Rubens Nogueira
Consuelo de Paula: voz, violão e caixa do divino
João Paulo Amaral: viola
Guilherme Ribeiro: acordeon
. P. S. À guisa de observação crítica, vale dizer que embora o show tenha sido programado desde meados de dezembro, somente a uma semana do evento os ingressos foram disponibilizados ao publico. Uma semana! Sete dias para adquirir entradas, enquanto outros eventos e outros artistas são disponibilizados com meses de antecedência: só para lembrar a dificuldade do artista que ousa ser realmente independente.



2 comentários:

  1. Show lindamente anunciado!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  1. Joca disse...:

    Muito ainda se falará desse show. E desse disco, uma marco na carreira de Consuelo, diria uma obra prima, pois tem o dom de surpreender a cada audição!

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.