Cachaçaria Armazém Mineiro

Um dia o Giba, este da viola, chegou dizendo de um lugar em Embu das Artes, que era uma delícia, que etc e tal, que um fulano ia fazer um som lá e que depois ele ia cantar seus causos. Então fomos. E já que é pra sair da cidade, mesmo que ir pra cidade ao lado, caravana é sempre uma boa pedida. E vai na casa de um, e vai na casa de outro, e lá vai a turma junta para a tal da cachaçaria que leva o nome de Armazém Mineiro. Seguimos o mapa até a Viela das Lavadeiras que fica na rua Nossa Senhora do Rosário, número 40. É, bem no meio do centro histórico de Embu, lugar onde o charme colonial não se esconde. Tampouco o charme do Armazém, com suas cachaças. Logo que chegamos fomos recebidos pela Eliana, gente boníssima, daqueles que tem a alegria pra fora, do tipo que eu gosto e do tipo que faz a noite ficar agradável e divertida.

Outro dia, lá pelos idos de novembro, o Giba nos chega com uma novidade. Dizia que estava assumindo o entretenimento do lugar, que colocou caixa de som, que mudou o palco de lugar, que isso, que aquilo e que o primeiro show da sua gestão seria do
Oswaldinho e da Marisa, os Viana, com a participação do André Perine. Óquei. Fomos todos, de turma em punho, de alegria na alma mais uma vez curtir lugar tão acolhedor, e prestigiar amigo que é amigo da gente. Mas Giba não pára, não pára não. E por lá também levou Victor Batista, Cláudio Lacerda e Jica y Turcão. Infelizmente eu não pude ver o Victor, nem o Cláudio. Este último foi acompanhado dos músicos Robson Russo, Tiago Passos (o Peu) e Edy Gesseff, e as boas línguas disseram que Paulinho Simões também subiu no palco.

Tarancón vai estar lá na próxima. E eu fico de cá só na espreita vendo a agenda do Giba que vai aumentando, e aumentando, e aumentando. Quer levar a Kátya Teixeira e mais um bando de gente boa. Uma coisa que vai crescendo de boca em boca e dando a sensação de que o sertão está aí pra quem quiser ouvir, e cantar, e dançar. Eu sempre danço, e pulo, e brinco, e me alegro. E faço isso no sertão de qualquer lugar. O Giba tem das suas também, conta seus causos, dedilha sua viola. A Eliana fica numa alegria só vendo toda esta gente feliz quando todos estes cantadores resolvem de brincar de roda com toda a gente do lugar. E eles sempre fazem dessas. Pois de ciranda em ciranda, bem no meio das modinhas, a felicidade reina no sertão de Embu das Artes de uma Minas Gerais do coração da gente.

Se você nunca foi ao Armazém Mineiro, então vá! Fique de olho na programação, que estará sempre atualizada pelas bandas do nosso Ser-Tão Paulistano.


Viela das Lavadeiras

Marisa Viana, André Perine, Oswaldinho Viana


Turcão e André Perine

Giba da Viola



Cachaçaria Armazém Mineiro:
Rua: N.Sra. do Rosário, 40 - Viela Lavadeiras - Centro Histórico – Embu das Artes/SP;
bem ao lado da praça da Igreja museu de Arte Sacre.



1 comentários:

  1. gibadaviola disse...:

    Que que eu posso dizê docê comadre. Sem palavras, só agradecer este seu talento prá escrever sendo usado a nosso favor. Beijos...

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.