MINAS RECOMENDA


Travessia: Do Romanceiro a Zé Coco do Riachão

Sob a batuta e a rabeca de Jeziel Paiva, o espetáculo faz parte do Projeto Circulação de Espetáculos do Centro de Cultura José Maria Barra (Uberaba - MG), com patrocínio da VALMONT, através da Lei Rouanet (Ministério da Cultura).

É uma viagem pela nossa cultura popular, desde a vinda do romanceiro ibérico ao Brasil até os nossos dias, mostrando as manifestações artísticas populares que foram determinantes na construção do nosso legado cultural.

Utilizando a rabeca, primeiro instrumento trazido pelo colonizador, Travessia mostra os momentos mais significativos da cultura popular, correspondentes aos ciclos do gado, do cangaço, das secas e na relação mais íntima do homem com os sertões.
No programa, obras de domínio público (Séculos XVIII e XIX), de Zé Côco do Riachão, Elomar, Beira D’água, Villa-Lobos, Antenógenes Silva, Gereba, Guerra-Peixe, Geraldo Vandré e outros, e ainda as poesias caboclas e cordel de José Pacheco, Zé Laurentino, Pompílio Diniz, Chico Pedrosa, Zé Limeira e textos de João Cabral de Melo Neto e Guimarães Rosa.
O espetáculo conta com as participações especiais dos músicos Marcelo Taynara (violão e percussão), Carlos Tampa (percussão) e do Quarteto de Cordas de Ribeirão Preto.


Jeziel é professor, regente e arte/educador nas cidades de Uberaba e Ribeirão Preto, violista do grupo musical ACUAS-Ensemble e presidente da Associação Cultural Antenógenes Silva (ACUAS).

CONTATOS:
(34) 3322 2021 - Ramal 30 (ACUAS)



3 comentários:

  1. joca disse...:

    ...esse rabequeiro Jesiel é cabra da escola de Riachão e honra a memória do nosso "Beethoven do sertão". E Minas tá logo alí, na Esquina. Valeu a dica, Comadre Iara: viva Zé Côco, viva Minas, Viva o sertão!

  1. iara disse...:

    Eu sabia que ia te chamar com esse anúncio do meu amigo Jezi, Joca!! Se Minas é logo ali, monta no seu murzelo e vem ver o Jezi e sua rabeca. O homem é bão no traçado!
    Tá tudo bem, Compadre? Andamos sumidos, né?

    Beijos, beijos

  1. joca disse...:

    É Comadre, bem que quero ir. O Problema é que o Murzelo Alazão, depois que a Musa se mudou dessas paragens, anda emburrado e empacado, cheio de vontades e manias e assim, não se pode confiar nele p'ressas empreitadas!
    mas, ainda vou ver esse moço rabequeiro, ô se vou!

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.