O SACI para mascote da Copa do Mundo no Brasil em 2014

Eu queria ter mais tempo para escrever sobre as boas coisas da cultura, como o Saci, que tem seu dia por esses dias, dia 31 de outubro, lutando diretamente contra as bruxas. Eu queria dizer coisas sobre, colocar letra de Paulo Freire sobre, mas me falta tempo. Então, por enquanto, vai só esse release do projeto O Autor na Praça. Não percam!

____________________


A SOSACI – Sociedade dos Observadores de Saci, O Autor na Praça e Jornal da Praça promovem a campanha: O SACI para mascote da Copa do Mundo no Brasil em 2014

No próximo sábado, dia 25 de outubro, véspera do dia do Saci e seus Amigos (31/10), o projeto O Autor na Praça em parceria com a SOSACI e o Jornal da praça promovem a campanha indicando o Saci como mascote da Copa do Mundo no Brasil em 2014. Na ocasião contaremos com a presença de vários saciólogos em tarde de autógrafos, leituras, caricaturas e exposição de charges produzidas por cartunistas do Saci como mascote da copa. A forma proposta para a campanha é encaminhar mensagens de apoio diretamente à CBF www.cbf.com.br O endereço da Assessoria de Imprensa (Fale conosco) é: comunicacao@cbffutebol.com.br Sr. Rodrigo Paiva. Saiba mais sobre a proposta abaixo e sobre a SOSACI www.sosaci.org

O Autor na Praça com Campanha O Saci mascote da Copa do mundo no Brasil em 2014
Espaço Plínio Marcos – Tenda na Feira de Artes da Praça Benedito CalixtoPinheiros
Dia 25 de outubro, sábado, a partir das 14h.
Informações: Edson Lima - 3746 6938 / 9586 5577 – oautornapraca@oautornapraca.com.br
Realização:Edson Lima, SOSACI, Jornal da Praça e AAPBC.
Apoio: Max Design, Jornal da Praça, Pablo Orazi Webdesign; Ponto de Fuga Cultura, Cinema e afins; Criart Comunicação; Gula Goumert, Restaurante Consulado Mineiro e Cantinho Português.


POR QUE O SACI? (pelo saciólogo, jornalista e escritor Mouzar Benedito)
São vários os motivos por que achamos que o Saci merece ser mascote. Aí vão alguns deles:

Ele é a síntese da formação do povo brasileiro: É o mito brasileiro mais popular, o único conhecido no Brasil inteiro (Boitatá, Curupira e mesmo a Iara requerem explicações quando a gente fala deles, em alguns lugares. O Saci não).

- O Saci surgiu como mito Guarani. Era um curumim protetor da floresta. Só com a chegada do europeu é que ele passou a ser demonizado, para facilitar a implantação do cristianismo.

- “Adotado” pelas negras, specialmente cozinheiras, grandes contadoras de causos, ele virou negro e perdeu uma perna – uma das explicações para isso é que ele foi escravizado e mantido preso na senzala por grilhões, por uma perna. Uma noite ele resolveu fugir: cortou a perna presa por grilhões e se mandou. Preferiu ser livre com uma perna só do que escravo com duas. Então tem esse lado libertário.

- Dos brancos, ganhou o gorrinho mágico, vermelho, presente em vários mitos europeus. O gorrinho era usado também pelos republicanos, durante a Revolução Francesa.

- Então, o Saci reúne num só personagem os três grandes povos formadores do brasileiro: indígena, africano e europeu. Só não tem o asiático, que chegou aqui no início do século XX, quando a figura do Saci já estava “pronta”. Mesmo assim, há quem diga que já viu Saci com olhos puxadinhos em áreas povoadas por japoneses...

- O Saci tem a cor de uma grande parcela da população brasileira (inclusive da maioria dos jogadores de futebol) que é vítima de preconceito, é perneta, não tem roupa e mesmo assim é um gozador, brincalhão – quer mais brasileiro do que isso?

- Nesses tempos em que se fala tanto em ecologia, é bom lembrar que o Saci é um defensor do meio ambiente, como todos os mitos de origem indígena (o Curupira também defende a floresta, o Boitatá defende os campos, a Iara defende a água e os animais das águas, e o Caipora defende os animais da floresta).

- Fala-se também em acabar os preconceitos raciais e os contra os deficientes físicos – tá aí o Saci mais uma vez.

Já pensou o Saci em camisetas no mundo inteiro? Ele provocaria muito interesse dos outros povos para a cultura popular brasileira.



1 comentários:

  1. Joca disse...:

    Essa turma do Saci é muito séria. QUando da "cobertura" do evento do cangaço, na mesma Benedito Calixto, lá estava um saciólogo e o homem sabe das coisas. E o importante de tudo é que a pretensão deles é muito válida, pois acredito que o Saci seja um mito muito brasileiro, perfeito amálgama das culturas india e negra...

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.