Aniversário de São Paulo

Vinte e cinco de janeiro e as comemorações do ano novo paulistano, o início ano quatrocentos e cincoenta e oito. São muitas as festas espalhadas por toda a cidade, atendendo a todos os gostos, todas as tribos, todos os bairros desde o velho, antigo e bom centrão até os saraus da periferia, cada vez mais aceitos, com maior participação das pessoas apresentando suas musicas, poesias e romances.

A Cinemateca exibe até o dia vinte e nove o CINEMEAT
ECA SP com filmes em que a cidade é cenário, personagem e tema. A oportunidade de rever filmes, como O Bandido da Luz Vermelha, e conhecer os edificios do antigo Matadouro Municipal, inaugurados no ano de 1.887, mais precisamene no dia cinco de janeiro. São duas salas de exibição com equipamentos modernos e de segurança. É possível o acesso à biblioteca, aos jardins, aos amplos salões, um deles com uma simpática lanchonete, em que são mostrados equipamentos antigos de filmagem e de exibição de filmes.
Cinemateca Brasileira

Uma comemoração diferente é a Caminhada Noturna, chamada de Caça aos Fantasmas do centro de São Paulo, com início à zero hora do dia vinte cinco, concentração nas escadarias do Teatro Municipal, depois às dependências do próprio teatro, em seguida passando pelo Edificio Martinelli, Galeria do Rock, Casa da Marquesa, Igreja da Boa Morte, Monumento à Mãe Preta, no Largo do Paissandu e encerrando em frente ao prédio da prefeitura. Esse prédio foi erguido pelo Conde Francisco Matarazo no ano de 1.930 e foi sede das Industrias F. Matarazzo.

O Edificio Martinelli, na rota da caminhada, teve a sua construção iniciada no ano de 1.924 em uma época em que os edificios não passavam de cinco andares. O italiano Giuseppe Martinelli queria construir o edificio mais alto da América Latina e a idéia incial de doze andares assustou a população, com discussões que chegaram até a camara de vereadores. O persistente construtor conseguiu, por diversos meios e malabarismos, chegar à altura de trinta andares. Muitos, engenheiros inclusive, diziam que o edificio iria cair e para garantir e provar a segurança o próprio Giuseppe Martinelli resolveu ali morar, construindo a sua casa no úlimo andar.

Ainda na rota da caminhada há a a Casa da Marquesa, também conhecida como Solar da Marquesa, construida entre os anos de 1.739 e 1.754 e que entre os anos de 1.834 e 1.867 pertenceu à Maria Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos, a amante de D. Pedro I.

Dia vinte e cinco é também o aniversário do Mercado Municipal, monumental e portentosa construção iniciada no ano de 1.928 e inaugurado no ano de 1.933. Acompanhando os números gigantescos de São Paulo ele é considerado o maior mercado varejista de alimentos do mundo, que recebe nos finais de semana e feriados até 50.000 visitantes. A festa começa na noite do dia vinte e quatro e vai até a tarde do dia vinte cinco, com interrupção à meia noite para uma queima de fogos de quinze minutos e na sequência é oferecido bolo de aniversário aos presentes.

Caipira lá dos lados do interior e Paulistano por adoção e gosto: "Obrigado São Paulo".



0 comentários:

Postar um comentário

 
Ser-Tão Paulistano Copyright © 2010 - 2011 Template Oficial Versão 2 | Desenvolvido por Iago Melanias.